Consciente X Subconsciente

 

Uma excelente maneira de ficar familiarizado com as duas funções da sua mente é considerá-la, em sua própria mente, como um jardim. Você é um jardineiro e está plantando sementes (pensamentos) em seu subconsciente o dia inteiro, baseado nos seus pensamentos habituais. Na medida em que você semeie, no seu subconsciente, terá colheitas em seu corpo e ambiente.

Comece agora mesmo a semear pensamentos de paz, felicidade, boas ações, boa vontade e prosperidade. Pense com calma e interesse nessas qualidades e aceite-as integralmente em sua mente consciente racional. Continue a plantar estas maravilhosas sementes (os pensamentos) no jardim de sua mente e terá uma gloriosa colheita. A sua mente subconsciente pode assemelhar-se ao solo em que germinarão todas as espécies de sementes, boas ou más. Podem-se colher uvas em espinheiro, ou figos em cardos? Cada pensamento é, portanto, uma causa e cada condicionamento um efeito. Por essa razão, é essencial que você tome cuidado com todos os seus pensamentos a fim de ter apenas situações ou condições desejáveis.

Quando sua mente pensa corretamente, quando você compreende a verdade, quando os pensamentos depositados em seu subconsciente são construtivos, harmoniosos e pacíficos, o poder mágico do seu subconsciente responderá, com situações harmoniosas, circunstâncias agradáveis, tudo o que há de melhor. Quando você começa a controlar seus processos de pensamento, pode aplicar os poderes do subconsciente a qualquer problema ou dificuldade. Em outras palavras: você estará na verdade cooperando conscientemente com o poder infinito e a lei onipotente que governa todas as coisas.

Olhe ao redor de si, onde quer que viva, e verá que a grande maioria da humanidade vive no mundo interior; os homens mais esclarecidos estão intensamente interessados no mundo interior. Lembre-se: é o mundo interior, isto é, seus pensamentos, sentimentos e fantasias, que faz o seu mundo exterior. Portanto, o único poder criador.

- e tudo o que você encontra em seu mundo da palavra foi criado por você no mundo interior da sua mente, consciente ou inconscientemente.

O conhecimento da interação das mentes consciente e subconsciente lhe permitirá transformar toda a sua vida. A fim de mudar seu estado externo, você deve mudar a causa. A maioria dos homens tenta mudar condicionamentos e circunstâncias tocando apenas em condicionamentos e circunstâncias. Para remover a desarmonia, confusão, deficiências e limitações, você deve remover a causa de tudo isto - e a causa é a maneira pela qual você está utilizando sua mente consciente. Em outras palavras: a maneira pela qual você está pensando e imaginando em sua mente.

Você vive num insondável oceano de riquezas infinitas. O seu subconsciente é muito sensível aos seus pensamentos. Os seus pensamentos formam o molde ou matriz pelo qual fluem a infinita inteligência, a sabedoria, as forças vitais e as energias do seu subconsciente. A aplicação prática das leis de sua mente, conforme indicamos em cada capítulo deste livro, fará com que você passe da pobreza para a abundância, da superstição e ignorância para a sabedoria, da dor para a tranqüilidade, da tristeza para a alegria, da escuridão para a luz, da discórdia para a harmonia, do medo para a fé e confiança, do fracasso para o sucesso, libertando-o da lei das probabilidades. É certo que não pode haver bênçãos mais maravilhosas do que estas, de um ponto de vista mental, emocional e material.

A maioria dos grandes cientistas, artistas, poetas, cantores, escritores e inventores possui um profundo conhecimento do funcionamento das mentes consciente e subconsciente.

Certa vez, Caruso, o grande tenor, foi assaltado pelo medo do palco. Contou que sua garganta ficou paralisada pelos espasmos causados pelo medo intenso, o qual lhe contraía os músculos da garganta. O suor começou a correr lhe copiosamente pelo rosto. Estava envergonhado porque em poucos minutos teria de entrar em cena. No entanto, tremia de medo. E disse: "Vão rir de mim. Não posso cantar." E, então, na presença das outras pessoas que se encontravam nos bastidores, Caruso gritou. "O Pequeno Eu quer estrangular o Grande Eu que há dentro de mim."

E acrescentou para o Pequeno Eu: "Afaste-se, pois o Grande Eu quer cantar por meu intermédio.”.

 

Por Grande Eu ele chamava o poder ilimitado e a sabedoria de sua mente subconsciente. E começou a gritar: "Afaste-se, afaste-se que o Grande Eu vai cantar!”.

O seu subconsciente reagiu, libertando as forças vitais que existiam dentro dele. Quando chegou a hora de entrar em cena, Caruso caminhou para o palco e cantou gloriosa e espetacularmente, eletrizando a assistência.

É óbvio para você, agora, que Caruso devia compreender os dois planos da mente - o consciente ou racional e o subconsciente ou irracional. O eu subconsciente é receptivo e reage à natureza dos seus pensamentos. Quando sua mente consciente (o Pequeno Eu) está cheia de medo, preocupações e ansiedade, as emoções negativas engendradas em sua mente subconsciente (o Grande Eu) são libertadas e inundam a mente consciente com uma sensação de pânico, maus pressentimentos e desespero. Quando isso acontece você pode falar, como Caruso, em tom imperativo e com um profundo senso de autoridade, às emoções irracionais geradas nas profundezas da sua mente da seguinte maneira: "Fiquem quietas. Contenham-se, tenho tudo dominado. Devem obedecer-me. Estão sujeitas ao meu comando. Não podem intrometer-se onde não são chamadas.”.

É fascinante e profundamente interessante observar como você pode falar com autoridade e convicção ao movimento irracional do seu eu mais profundo, trazendo silêncio, harmonia e paz à sua mente. O subconsciente está sujeito à mente consciente - e por isso é chamado de subconsciente ou subjetivo.

 

Do livro: O Poder do Subconsciente, de Joseph Murphy

 

Nosso site

www.acasadoaprendiz.com.br